Hoje começa a campanha, oficialmente!

Como relatei anteriormente, o aprendizado sobre o Espírito Humano já está em curso, e desde a escolha da plataforma de financiamento coletivo até o lançamento do site,  fui me educando sobre como comunicar minhas intenções de forma efetiva e íntegra; no processo, identifiquei alguns pontos de atenção que talvez sejam úteis, e que vou compartilhar a partir de agora:

  • A integridade das ações humanas varia de acordo com pressões de prazo, necessidade de aprovação, expectativas de sucesso. Diante da pressão, você será envolvido em dúvidas que não tem. Prazos, necessidades e expectativas que são absolutamente internos. Porque “não há metas, mas se a gente atingir a meta, a gente dobra a meta”. Você pode flexibilizar seus critérios para atender às pressões e às dúvidas OU pode ponderar que as dúvidas sobre um objetivo a ser alcançado também trazem perguntas, que geram criatividade, que geram movimento.
  • Ousar sonhar além dos seus limites sempre ameaça quem passou a vida fazendo concessões ao acaso. Quanto mais arrojo e emoção você sentir em desafiar o status quo, em superar paradigmas, em acreditar no impossível, mais irá espelhar a frustração daqueles que se deixaram esvaziar pela inércia dos dias, e que jamais poderão voltar no tempo para protagonizar seu destino. Você pode forjar um sorriso pra ficar bem na foto OU dar um salto e correr para trás da câmera.
  • Em tempos de crise, real ou criada, fazer um pedido de ajuda financeira para conseguir realizar um curso de auto-desenvolvimento espiritual chega a ofender algumas pessoas. As pessoas sabem protestar nas mídias sociais, sabem gritar nas ruas, sabem bater nas panelas. Mas embora todos estejam de acordo que é passada a hora de minimizar as polaridades de dominação e controle que regem o mundo potencializando relações mais compassivas e colaborativas, o medo da liberdade de seguir o coração cala mais que o medo da conivência , porque uma impulsiona a força do coletivo, e a outra esconde-se no anonimato. Você pode retirar-se na escuridão, sozinho OU ser a luz que revela que somos muitos.
  • A percepção sobre o fenômeno é mais poderosa que o fenômeno em si. Para o bem ou para o mal, a fantasia é sempre mais sedutora, seja por uma tendência a confirmar nosso ceticismo, seja pela esperança de realizar a utopia. Na ausência de uma prática concreta, os seres humanos oscilam ao sabor dos discursos; não sabem pensar com o coração, não sabem falar com intenção, não sabem ouvir com atenção. Você pode reproduzir os sons ao seu redor OU criar sua própria sinfonia.

Então, enquanto você estiver tentando realizar alguma coisa relevante no mundo, lembre-se:

  • De agradecer em silêncio a quem duvida.
  • De pensar em silêncio no tempo que resta.
  • De orar em silêncio por quem se omite.
  • De ser você mesmo, em alto e bom som.

 

ice_cream

Clique aqui para contribuir no Financiamento Coletivo

Faça parte de nosso projeto

Faça parte de nosso projeto

Junte-se àqueles que buscam um mundo mais vivo.

Obrigada! Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Share This